ParaLerEscritoras
Para Ler Escritoras

#9 • Mimimi, de Adelaide Ivánova

O mimimi foi escrito em julho de 2017, ou seja, antes do assassinato de marielle franco. depois da execução da vereadora, em 14 de março de 2018, fica impossível lê-lo da mesma forma. esse texto portanto passa a ser dedicado a ela. marielle, presente! *** Pág. 75 “O problema não é que as pessoas lembrem [...]
Para Ler Escritoras

#8 • Um buraco com meu nome, de Jarid Arraes

há tardes e pequenos espaços de tempo em que uma mulher pergunta de que adianta se as mãos dos homens dirigem o metrô e os ônibus os carros blindados as motos que serpenteiam entre corredores breves se as mãos dos homens assinam os papéis e carimbam autorizam o prontuário a entrada e a saída do [...]
Para Ler Escritoras

#6 • Feliz Aniversário, de Luisa Geisler

A s tias permaneceram no carro, Sofia e a mãe só buscam o bolo, questão de minutos. Saem da confeitaria, a mãe carregando, com as duas mãos, a caixa. No banco do carona, Juliana, a prima, destrava as portas. Os óculos de sol, a janela aberta e a camiseta de mangas longas da prima são [...]
Para Ler Escritoras

#4 • Jamais o Fogo Nunca, de Diamela Eltit

E u tinha me transformado numa não, não, nunca oficializada subalterna sua. Complementava suas análises, porque afinal eu tinha meu próprio arsenal, minha passagem indiscutível e memorável por cada uma das escolas de quadros, meu prestígio como analista, toda uma experiência prolongada e aguda no ramo da linguística e minha preparação científica no estudo de [...]
Para Ler Escritoras

#3 • Dobradinha, de Sheyla Smanioto

E sses dias eu estava voltando pra casa e uma mulher, nunca vou esquecer o rosto dela, os cabelos compridos, ela me pediu dinheiro para comer e eu, com pressa, fazendo conta, e eu, que geralmente dou um jeito, arranjo um lanche, eu apressada, concreta, paulista, falei que não tinha. Eu nunca vou esquecer a [...]
Para Ler Escritoras

#2 • A reconstrução, de Moema Vilela

O homem está ajoelhado na banheira de água quente. O vapor sobe da cuba de louça branca, instalada no centro da sala como antigamente. Ele se debruça para alcançar a navalha no chão e volta a sentar sobre os joelhos. Apesar do silêncio, a mulher no sofá ao lado dele está vendo televisão. Com atenção, [...]
Para Ler Escritoras

#1 • Formiguinhas, de Natalia Borges Polesso

V em caminhando com passinhos tão pequenos quanto os pés. Calça botinhas vermelhas de nylon, compridas até a metade da canela. Distrai-se com emendas de cimento entre uma pedra e outra do calçadão da praça. Finge que são rios. De longe, pai e mãe observam a menina do cabelo preto. Corre para perto dos pais. [...]

Pedro Collere, 55 | Vila Izabel
Curitiba – PR – CEP: 80320-320
+55 41 3077-1604
oi@escrevo.etc.br

As colagens utilizadas no site são da artista Eugenia Loli.

Pedro Collere, 55 | Vila Izabel
Curitiba – PR – CEP: 80320-320
+55 41 3077-1604
oi@escrevo.etc.br

As colagens utilizadas no site são da artista Eugenia Loli.